terça-feira, 24 de maio de 2016

Concurso público para diretor? Deputado Carlos Giannazi nos atende novamente e entra nessa luta. Obrigado deputado!

Após muitas reclamações de colegas quanto a forma de se designar diretores em unidades prisionais, fiz uma reivindicação ao deputado para  questionar a SAP qual a forma de nomear diretores em unidades, há 22 anos escuto que diretores prisionais deveriam ser nomeados por concurso público, assim como diretor de escola, delegado de polícia...

Acredito que um diretor concursado não vai se submeter aos caprichos do governo do estado, ou receber ordens por emails... Certamente ele terá mais autonomia para dizer o que pensa e tomar atitudes apenas seguindo as legislações.

Exemplo disso foram os diretores de presídios federais que pediram demissão do cargo em 2014, mas continuaram com seus cargos sem prejuízos financeiros, veja:http://jenisandrade.blogspot.com.br/2014/08/diretores-de-presidios-federais-pedem.html, é óbvio que a situação é outra, mas se ele prestou concurso e é titular de cargo efetivo, o máximo que aconteceria seria ele ser transferido para outra unidade. E certamente eles somariam conosco em qualquer manifestação, protesto, greve, etc...


Após a resposta que virá, (já que todo deputado tem essa atribuição de fazer requerimentos de informações aos secretários de estado, onde os mesmos devem responder) vamos debater o melhor encaminhamento...


Veja o requerimento publicado no D.O.:

REQUERIMENTO DE INFORMAÇÃO Nº 150, DE 2016

Nos termos do artigo 20, inciso XVI, da Constituição do
Estado, combinado com o artigo 166, da XIV Consolidação do
Regimento Interno, requeiro seja oficiado ao Senhor Secretário
de Estado da Administração Penitenciária, para que responda ao
seguinte:

1. Qual a forma de provimento para o cargo de Diretor de
unidade penitenciária? É realizada uma lista tríplice? É provimento
por livre nomeação pelo Secretário? É realizado concurso
público ou mesmo interno?

2. Qual o documento legal que dá suporte a essa forma de
provimento?

JUSTIFICATIVA

Dada a importância desse cargo, na carreira e na prática, a
nomeação de diretores de unidades penitenciárias tem sido objeto
de atenção e preocupação por parte dos membros da carreira.
Nesse sentido, é necessário conhecer a forma de provimento
de cargo tão relevante e – se for o caso – fazermos novas propostas,
mais adequadas aos tempos atuais.
Sala das Sessões, em 20/5/2016.

37 comentários:

  1. Muito pertinente a questão. Porém, temos que nos ater que a partir do momento em que fica determinado a abertura de um concurso público, apesar de que deverá ter certa formação educacional, como o próprio nome diz, qualquer indivíduo poderá pleitear o cargo de Diretor de Unidade Prisional, desta forma, estaremos sujeitos a ser subordinados por uma pessoa que não tem nenhum conhecimento dos problemas peculiares de um Estabelecimento Prisional. Mas tudo na vida tem os prós e os contras, depende do interesse de cada um. Na minha opinião não mudara o contexto da atual situação.

    ResponderExcluir
  2. 1. Qual a forma de provimento para o cargo de Diretor de
    unidade penitenciária?
    Resposta: Único critério, puxar muito saco.

    É realizada uma lista tríplice?
    Resposta: A lista depende de quantos puxas saco eu tenho, e são muitos.

    É provimento por livre nomeação pelo Secretário?
    Resposta: Sim, os puxas saco dele também tem vez.

    É realizado concurso público ou mesmo interno?
    Resposta: Tá doido? a maioria é analfabeto funcional.

    2. Qual o documento legal que dá suporte a essa forma de
    provimento?
    Resposta: Não existe, mas nós cria um.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc esqueceu em falar de ser maçom, todos são...no Cdp 1 de pinheiros é assim, filho diretor la e pai diretor no Abc, abraços...

      Excluir
  3. Pode ser bom: Contrata-se gente com capacidade e não pedagogos, via EAD, que são amigos de pesca e de pinga do coordenador regional. O cara pode não ser um cagão que morre de medo de desagradar o coordenador e perder o cargo e, assim, trabalhar com mais autonomia.

    Pode ser ruim: Se contratar em concurso aberto, vai entrar um monte de almofadinha que não sabe nem o que é um preso. Se a contratação for interna, vai ser foda de tirar um diretor corrupto, vagabundo e perseguidor...

    ResponderExcluir
  4. Demoro pra acabar com a indicação dos puxa saco

    ResponderExcluir
  5. Gostaria de saber pq q tem CPP com diretor geral especifico so pra uma unidade tao pequena em plena crise

    ResponderExcluir
  6. Apoiado...fim dos capachos a capricho do governador.fim da largateagem.capachos comprados.

    ResponderExcluir
  7. AGORA QUALQUER IDIOTA PODERÁ SER DIRETOR. JÁ NAO BASTA OS QUE TEMOS ????

    ResponderExcluir
  8. Sou contra. No nosso meio, por inumeras vezes a "malicia" e experiência adquirida com o passar do tempo supera a inteligência e portanto, vcs já pararam pra pensar quantos "filhinhos de papais" recem formados irão passar nesse concurso? Talvez um outro método dentro da propria SAP, por exemplo, ter no minimo 10 anos de Secretaria, ter ocupado algum cargo de comando e etc ... DEVEMOS PRIVILEGIAR AQUELES QUE AQUI TRABALHAM.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. esse pelo jeito não estudou,kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    2. NADA SUPERA A INTELIGÊNCIA,,,,,NEM A MALÍCIA DOS COVARDES

      Excluir
    3. Vc esta enganado meu amigo, tenho nivel superior e de uma excelente faculdade. Trabalho no sistema com certeza no minimo uns 10 anos a mais que vc. A minha opinião é essa: devemos privilegiar quem é moldado dentro da nossa Secretaria. Mas, respeito a sua se for contrario.

      Excluir
    4. Ao colega que disse que nada supera a inteligencia ... nem a malicia dos covardes. A malicia vem obrigatoriamente de covardes? Quando o "cara" que citou a palavra malicia, possivelmente desejou dizer "experiência" e nesse quesito, concordo com ele. Estamos cheios de falsos intelectuais no nosso meio e na hora que "o bicho pega", começa a tremer e não sabe como agir. Por isso, respeito muito o ASP antigo que tem atitude e perspicácia. Mas, não adianta ficarmos com briguinhas nesse blog e sim, enaltecer aqueles que apesar de tudo ainda estão dando o "sangue pelo trabalho".

      Excluir
    5. Profissionalismo ...talvez seria a palavra chave....cuidar mais da própria vida e desempenho...seria outra saída...deixar de lado essas rivalidades tolas de classe e estilo de vida pessoal que cada pessoa tem...seria um começo...entender o termo "UNIDADE" ...vários erros são cometidos no passado ...para não serem cometidos posteriormente...analfabeto de espírito é muito pior que qualquer intelectual...por pior que seja....pré julgamentos...palavras de baixo calão...as tais"robadinhas" ...que não passam de crimes para justificar perseguições...e por ai vai....UNIDADE ...PROFISSIONALISMO...CAPACIDADE....

      Excluir
    6. E OS OFICIAIS ADMINISTRATIVOS, TAMBÉM POSSUEM A MESMA CAPACIDADE OU MAIS POIS SÃO SERVIDORES TANTO QUANTO O ASP, PORQUE NUNCA SE FAZ NADA PELO OFICIAL ADMINISTRATIVO! AONDE ESTA O PROFISSIONALISMO??????

      Excluir
  9. não concordo mesmo, pois teriam que ser concurso interno, sendo exclusivamente para Asps tendo no minimo 10 anos de sistema,e conhecer os procedimentos de uma unidade prisional, agora colocar um ze mane la ... isso e brincadeira

    ResponderExcluir
  10. É ISSO AÍ,,,CONCURSO PÚBLICO PARA DIRETOR É O MAIS CORRETO E LEGAL. CHEGA DESSE FEUDALISMO. CHEGA DESSE ANALFABETISMO FUNCIONAL. CHEGA DESSES PAU MANDADOS. CHEGA DE GANHAR DINHEIRO FÁCIL. UNS TRABALHAM DE VERDADE, OUTROS GANHAM CARGOS.

    ResponderExcluir
  11. DIRETORES CONCURSADOS SERIA BOM E DIRETORES DE TURNO TBEM PQ ALGUNS DIRETORES GERAIS MANTEM CADA DIRETIR DE TURNO QUE AVE MARABA É UM DELES

    ResponderExcluir
  12. Um diretor com estabilidade???!!! Meu Deus!!!

    ResponderExcluir
  13. tem que ser como o diretor de escola da educação, 05 anos de efetivo exercicio como agente de segurança, para poder prestar o concurso, na educação é 05 anos como professor em sala de aula.

    ResponderExcluir
  14. Tenho mais de 12 anos de sistema, e utilizar critérios de concursos internos e de extrema importância, isto é, muitos DG não sabe nem o que é preso......

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VERDADE, SE ESCONDEM ATRÁS DO CARGO,,,,MUITA MORDOMIA EM TEMPOS DE CRISE. TEM DIRETOR QUE ESTÁ NO CARGO HÁ MAIS 25 ANOS E NEM APARECE NAS PENITENCIÁRIAS,,,MANDAM MAIS QUE O COORDENADOR.

      Excluir
  15. ACABAR COM O CARGO DE CONFIANÇA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA JÁ SERIA MUITO BOM, POIS ACABARIA COM A INCOMPETÊNCIA E FALTA DE PREPARO QUE OCORRE COM A MAIORIA DAS DESIGNAÇÕES, NÃO SÓ PARA O DIRETOR GERAL MAS TAMBÉM PARA DISCIPLINA. POR FINAL, UM DOS CRITÉRIOS A SEREM UTILIZADOS PARA UMA PROVÁVEL ADMISSIBILIDADE PARA O CARGO COM A OBRIGATORIEDADE DE CONCURSO PÚBLICO SERIA O TEMPO DE EXERCÍCIO NA SAP, DENTRE OUTROS...

    ResponderExcluir
  16. Como eu gostaria que isto viesse a ser o padrão, pois não haveria tantos analfabetos nos mandando, pior ainda, vindos da roça.

    ResponderExcluir
  17. Nossa iria acabar a mamata dos capiais, que são nomeados, porque pescam junto com os diretores na roça. Teríamos pessoas inteligentes, sagazes, preparadas para ocupar o cargo, que respeitam as pessoas, que tenham educação para com os servidores, que não façam dos ASP s meros serventes de pedreiro.

    ResponderExcluir
  18. Concordo com o comentário acima, essa maneira de nomeação de dirigentes prisionais é absurda!
    Alegam ser cargo de confiança, porém, sabemos que isso serve como desculpa para apadrinhamento em um cargo que exige, primeiramente coragem, conhecimento técnico e prático de como funciona uma unidade Prisional, no entanto, as vezes nos deparamos com alguns dançarinos De quinta. Já não bastasse o olhar da sociedade ao nosso respeito, ainda temos ajuda de gestores que só ajudam a piorar mais a nossa imagem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. iH, O DANÇARINO JÁ ERA... CAIU A SEMANA PASSADA...AGORA VAI RESPONDER PELOS DESVIOS, PELA USO DE MÃO EM OBRA DE ASP COMO BABÁ DO FILHO DELE E PELOS BLINDEX QUE A FIRMA MANDOU POR NA CASA DA MÃE DELE AI INVES DE COLOCAR NA CADEIA...

      Excluir
  19. Antes de serem diretores, precisam ser homens, covardes, mal educados, tratam os asp's como se fossem analfabeto igual a vocês, falam grosso com os asp's e fino com os bandidos. Graças adeus estudei e sai desse lixo todo. Perseguidores tenho nojo de vocês.

    ResponderExcluir
  20. E só um detalhe as provas para tal função deveriam ser feitas por uma entidade que não tenha uma ligação com a Sap, como por exemplo a Vunesp. Pois a EAP não tem idoneidade para fazer este tipo de provas, por ser diretamente ligada a secretária e seus "docentes" são em sua grande maioria diretores de unidades prisionais.

    ResponderExcluir
  21. Profissionalismo...talvez seja a linha de toque de qualquer administração...repartição pública...entender o significado . na prática, da palavra UNIDADE,cuidar mais da vida pessoal que da alheia, seria outro passo importante...o fato de um dos colegas ter uma faculdade...curso técnico...tem que ser visto como um progresso...mesmo isso não quer dizer que ele servirá para isso ou aquilo...sabedoria independe de conhecimentos técnicos...existem muitos doutos analfabetos de espírito...as tais "roubadinhas" não passam de crimes ...e de nada diferenciam os que a praticam de quaisquer marginais presos ...cabe o benefício da dúvida...até que se PROVE...(não FORJAR)...aprender com o erros que foram cometidos...ah! não existe meio honesto...ou meio desonesto...mesmo para quem ocupa certos cargos de conveniência...chamados comumentes...aqui em nosso país de CARGOS DE CONFIANÇA...

    ResponderExcluir
  22. A política que liga os meios para determinados fins, acaba colocando pessoas sem qualquer capacidade moral e profissional para desempenhar posições de suma importância...e...obviamente esses tipos fazem desse apadrinhamento banalizado...o meio para descarrego de ranços pessoais...transparência ...nos direitos do servidor ...e acesso ao crescimento profissional...

    ResponderExcluir
  23. Enquanto essa categoria não se unir,não teremos avanços e tão pouco valorização.
    A categoria não se deu conta da força que tem,pois são os detentores do caos "PORTEIROS DO INFERNO".

    ResponderExcluir
  24. TEM TANTA COISA MAIS IMPORTANTE PRA SE QUESTIONAR, E AO MEU VER, O QUE TEM DE DIRETOR QUE SÓ QUER O CARGO (STATUS), É UMA FREBE NE, MAS O QUE TEM DE AGENTES AINDA PIORES,SEM COMPROMETIMENTO, SEM RESPONSABILIDADE NENHUMA, ( SÓ MEUS DIREITOS)E CHEGA A HORA QUE QUER E FICA SUGANDO AQUELA MEIA DUZIA QUE TRABALHAM SERIO, E HONESTAMENTE E O RESTANTE, ( MINHAS 12 HORAS). AI SIM FICA FACIL NE RSRSRSRS, MEU DEUS, QUEM FAZ O DIRETOR É OS PRÓPRIOS AGENTES, INFELIZMENTE, NOS AGENTES ESTAMOS TAPANDO O SOL COM A PENEIRA, ( QUEM TEM A CORAGEM DE DIZER A VDD SOBRE A NOSSA CLASSE HEIM, ( QTOS CORRUPTOS) DIRETORES, E OS AGENTES ETC ETC ETC

    ResponderExcluir
  25. Projeto de lei sobre concurso interno para diretores na SAP publicado hoje.
    Há 22 anos escuto colegas dizerem que diretores tem que ser um cargo concursado, diante disso solicitei ao deputado Carlos Giannazi que elaborasse um projeto sobre o tema.

    É apenas um projeto de lei do deputado Carlos Giannazi, mas se acreditarmos pode ser aprovado na ALESP e sancionado pelo governo do estado.


    Publicado no diário oficial de 22/06/2016

    PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº 22, DE 2016

    Altera o "caput" do artigo 6º da Lei Complementar nº 1.080, de 17 de dezembro de 2008, que institui Plano Geral de Cargos, Vencimentos e Salários para os servidores das classes que especifica A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE SÃO PAULO DECRETA:
    Artigo 1º - O “caput” do artigo 6º da Lei Complementar nº 1.080, de 17 de dezembro de 2008, fica alterado na seguinte conformidade: “Artigo 6º - Os cargos e as funções-atividades de supervisão, chefia e encarregatura indicados no Subanexo 4 dos Anexos I e II serão providos ou preenchidos, privativamente, por servidores públicos estaduais titulares de cargos efetivos ou ocupantes de funções-atividades de natureza permanente e dependerão, ainda, da realização de concurso interno de provas e títulos, atendidas às exigências constantes do Anexo IV. (NR)”
    Artigo 2º - Esta lei Complementar entra em vigor na data da sua publicação.

    JUSTIFICATIVA
    Esta é uma demanda de longa data dos servidores da Secretaria de Administração Penitenciária: democratizar o acesso aos cargos de chefia da carreira. O argumento maior é que a forma como atualmente são preenchidos os cargos de direção, supervisão, chefias e encarregaturas, faz com que haja um desânimo e uma desmotivação dos trabalhadores do sistema prisional, já que muitas vezes esses cargos são preenchidos por parentes, amigos ou apenas por quem se submete aos caprichos e humor dos seus superiores, razão pela qual tornam as unidades prisionais - que já são ambientes insalubres com enormes problemas com crime organizado, com a falta de funcionários e hiperlotação de presos - ainda mais penosa e desagradável para os trabalhadores. Nesse sentido, os trabalhadores não veem perspectiva de uma carreira promissora se não for amigo, ou amigo do amigo do seu superior hierárquico. Da forma como são providos hoje os cargos de dirigentes, o sistema prisional e o Estado só têm a perder. Por esta razão, tão simples mas profunda, optar pelo uso democrático da inscrição aberta a todos da carreira, observados critérios comuns a todos, e possibilitar a avaliação feita por concurso interno, abrirá a possibilidade de colocar nos cargos de chefia servidores que têm mérito profissional para tanto, esquecidos e colocados fora do certame relações pessoais das mais variadas cores. Sempre que possível, um sistema democrático deve fazer uso do concurso público aberto a todos os componentes de uma carreira, evitando o fisiologismo, o compadrio e a troca de favores não necessariamente interessantes para a carreira e para o desempenho das funções e funcionamento da Secretaria. Nesse sentido encaminhamos aos nobres colegas dessa casa de leis, este projeto de lei complementar que tem em vista aperfeiçoar o documento legal que orienta a ocupação de postos de chefia na Secretaria de administração Penitenciária.
    Sala das Sessões, em 20/6/2016. a) Carlos Giannazi - PSOL

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.
Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.