sexta-feira, 15 de julho de 2016

Agentes penitenciários denunciam descaso na PII Hortolândia, segundo o Correio Popular.

Fonte: http://correio.rac.com.br/mobile/materia_historico.php?id=438605



Agentes penitenciários denunciam descaso na P-2
Publicado 13/07/2016 - 22h18 - Atualizado 13/07/2016 - 22h18

Por Alenita Ramirez
“Trabalhar na penitenciária é como viver na expectativa de ganhar na loteria. A gente sai de casa e não sabe se vai voltar. Aquilo lá é um barril de pólvora. O funcionário perece e o Estado finge que não sabe de nada”. O desabafo é de um agente de 46 anos e que há 23 trabalha em presídios da região. Atualmente ele está lotado na P-2 do Complexo Penitenciário Campinas/Hortolândia, palco da rebelião nesta semana. No dia, ele estava de folga. “Mas já presenciei umas cinco ou seis rebeliões, vários motins, mutilações de presos e muitas outras situações ruins”, disse o agente, que terá a identidade preservada.

Segundo ele, a notícia de que uma rebelião estava prestes a acontecer surgiu há cerca de um mês. Na época, o aviso foi levado para a direção da unidade, mas nenhuma providência foi tomada. “Não existe diálogo com a direção. Os presos pedem atendimento e os diretores nem querem saber. Com os funcionários? É ainda pior. Todos sofrem assédio moral”, disse.

De acordo com o agente, o pedido para a troca de diretoria ocorre há anos e é feito tanto por presos como funcionários. A atual direção está no comando há 12 anos. Uma das reivindicações que seriam apresentadas aos diretores é o fim da superlotação da unidade, que foi projetada para abrigar 833 presos e atualmente está com cerca de 1,9 mil. “Os presos se revezam para dormir ou então dormem de valete (quando duas pessoas dividem o mesmo colchão e dormem um com a cabeça virada para os pés do outro). A situação está insustentável. Com o grande número de presos, não há como o agente saber o que está acontecendo nos fundos das celas”, disse outro funcionário.

Segundo os sindicatos que representam as categorias, no papel está prevista a existência de 147 agentes (ASP) para a P-2. Mas na prática esse número cai para cerca de 90. A diferença são os funcionários que estão afastados por saúde, questões sindicais, estão emprestados ou em desvio de função. “Por lei, deveria ter dois presos para cada agente de área de segurança (que anda desarmado e dentro dos presídios). No Estado temos 35 mil agentes e cerca de 240 mil presos, o equivalente a cerca de 320 presos por funcionário de cada pavilhão”, disse o presidente do Sindicato dos Funcionários do Sistema Prisional do Estado de São Paulo (Sifuspesp), João Rinaldo Machado. “Já não falamos em superlotação nos presídios, mas em hiperlotação.

O governo precisa fazer alguma coisa. Há promessas de novos presídios, mas, na prática, pouco acontece. Além do número elevado de presos, temos falta de medicamentos, de médicos, enfim, é uma série de problemas que refletem na vida dos agentes penitenciários. Eles ficam expostos e quando acontece rebelião, são os primeiros usados pelos presos”, comentou Machado.

Segundo o sindicalista, as denúncias já foram apresentadas inclusive para a coordenação da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), sem que nenhuma medida tenha sido tomada. “Existe um jogo de empurra. O funcionário hoje tem medo de fazer alguma denúncia porque ele sofre assédio. Se avisa a direção de alguma situação e não é comprovada, ele responde sindicância. Atualmente ninguém quer responder processo administrativo, pois o processo demora até cinco anos para ser solucionado e isso trava uma promoção, uma aposentadoria. Não dá”, disse o diretor do Sindicato dos Agentes de Escolta e Vigilância Penitenciária (Sindespe), Antônio Pereira Ramos.


Reforma
Após o fim da rebelião, segundo os sindicalistas, a SAP deu início a uma obra emergencial na P-2. Os buracos entre os pavilhões foram tapados com grades e os presos foram distribuídos em dois dos quatro pavilhões destruídos. Os rebelados que estavam nas alas 3 e 4 foram centralizados na 4. Os da ala 5 e 6 foram colocados na 6. Nos quatro pavilhões existem cerca de 1,2 mil presos. “Não haverá transferências. Há uma equipe de engenheiros da SAP trabalhando no local. Estamos solicitando a automatização das portas”, afirmou Machado.

SAP cita ‘modernização’ e ignora apelo de funcionários
Em nota, a Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (SAP) confirmou que foram iniciadas nesta quarta as obras de “reforma e modernização” da Penitenciária 2 de Hortolândia. “A unidade segue operando dentro dos padrões de segurança estabelecidos”, diz o texto. Em relação às afirmações da Corregedoria do Tribunal de Justiça do Estado, a pasta esclarece que a unidade conta com pavilhão de saúde com oito profissionais, entre enfermeiros, dentistas e psicólogos, quatro salas de aula com aulas no ensino fundamental e médio, além de oferecer capacitação para o trabalho. Ainda de acordo com a SAP, a P-2 também dispõe de equipamentos de segurança como detectores de metais de alta sensibilidade e aparelhos de raio X de menor e maior porte e um quadro de profissionais qualificados que continuará atuando na unidade. A secretaria não comentou as denúncias dos agentes. (AAN)

21 comentários:

  1. O presidente do sifu é lotado nesse presídio, apesar de fazer 13 ano que não pega na chave... é... 13 ano presidente do sifu, talvez agora ele e os colegas dele que trabalha nessa cadeia estão vendo o resultado dele trocar figurinha e ter como amigo os dirigente da sap. enquanto esses sindicatos for assim, é dificil ver uma luz no fim do tunel, um sindicato é dirigido por amigos do secretário, outro por quem quer nosso imposto sindical

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só é filiado a sindicato quem quer ninguém é obrigado, vacilão.

      Excluir
    2. Tem razão, TROUXA é quem é filiado a esses sindicatos

      Excluir
  2. O presidente do sindespe que deu entrevista nessa matéria também trabalhou bastante tempo nesse presídio, voce acima tem razao, vai esperar o que? Os sindicatos carimbam tudo o que a secretaria determina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Genis faz cinco meses que pedi cancelamento de sócio do sindicato e nada só areia, onde reclamar dess patifaria ? estou cansado de sustentar vagabundos que não estão nem ai comigo.

      Excluir
  3. É fácil ficar criticando e dando entrevistas a emissoras né, Nosso presidente do Sindicado Sr. João Rinaldo há doze anos afastado do trabalho RECEBENDO e sendo PROMOVIDO de classe igual as nós que estamos todos os dias dentro da cadeia. 7 anos que trabalho no sistema e o conheço apenas por fotos. Ficar tirando foto ao lado do governador é fácil né, viajar com dinheiro do Sindicado melhor ainda. Eita vidão.

    ResponderExcluir
  4. Vários Sindicatos e funcionários criticando a administração atual da PII, falhas acontecem devido a hiper lotação, imaginem o campo ITAQUERÃO do Corinthians com 121 % além da sua capacidade.Agora no Complexo Campinas/Hortolândia tem 06 presídios: 02 CPPs, 02 CDPs, 02 penitenciárias todos hiper lotados mas na PII e PIII não tem celular, sinal de que existe diretoria com culhão.Os diretores de DNSD destas unidades são homens sérios comprometidos com seus cargos e são éticos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vai conversar mole pra boi durmir, aqui todo mundo sabe que os diretores destes dois presídios de campinas/hortolandia, só pensam em prejudicar funcionário.

      Excluir
    2. Então me explica porque a um mês atrás seu diretor comunicou o funcionário que informou sua diretoria sobre a ordem que os presos tinham para virar a cadeia e seu diretor o comunicou , tal funcionário que venho a ficar de refém!!!!! tchau pra vcs sua hora chegou, Deus é justo

      Excluir
    3. Dr. João Augusto e Dr. Alexandre meus ídolos.

      Excluir
  5. SAP é um câncer,essa secretaria tem que ser extinta junto com SINFUSPESP e Sindasp,esses coronéis do sistema tem que serem execrados juntos com o PSDB.

    ResponderExcluir
  6. Vamos entender uma coisa, cadeia super lotada culpa do governo.Falta de funcionarios culpa do governo, péssimas condições de trabalho culpa do governo novamente
    Quem poderia nos defender e ajudar, sindicatos, mas não só sabem aumentar os descontos e nada pro funcionário.Quem são os verdadeiros culpados?

    ResponderExcluir
  7. A solução para acar com esse tanto de sindicatos, é todos desfiliarem_se. Enquanto isso.existir alguém pagando eles vão sugando, e nada fazendo.

    ResponderExcluir
  8. SARXIXA, MERLUZA, PALHETA, FRANGO VÉIO a granja deixa as galinhas botarem ( ovos) a vida toda e depois taca na cadeia.

    ResponderExcluir
  9. Esse difusores sindicato paz e amor do governo, não fazem nada pela categoria site deles só tem diário oficial, ainda fizeram uma matéria que não é hora de reclamarmos,pois ta bom pro guarda, em 2014 só entraram na greve aos 45 minutos do segundo tempo, ano passado tiraram foco da greve dizendo que não era hora e que o governo ia dar aumento , chega desses sindicatos só querem grana é mordomia e fugirem de rodar chave.

    ResponderExcluir
  10. qual o nome do DG e do Disciplina da p2 hortolandia.

    ResponderExcluir
  11. Em primeiro lugar, gostaria de enaltecer o trabalho dos agentes da PII e dos Aevps que sozinhos oconseguiram impedir que os detentos dos raios 3,4,5 e 6 conseguissem subir para o raio 1 onde teria acontecido uma chacina, gostaria de me solidarizar com os colegas nilson, sergio e paulo que graças a Deus sairam daquela situação sem nenhum ferimento, Bem faço parte do GIR e junto com a minha equipe fomos uns dos primeiros a chegar ao local e junto aos colegas da PII e demais que já estavam no local conseguimos iniciar as negociações e o cerco para que não houvessem fugas, passamos a madrugada em plantidão e na terça acompanhamos a liberação dos reféns e a volta do controle da unidade aos agentes, fui funcionario da PII e nunca tive o que reclamar, nem do Dr.Paulo e nem do Dr.João Agusto, sempre levei meu trabalho a serio e estive sempre a disposição para ajudar os colegas, diferente de muitos lixos que metem licença sem vergonhice e deixam o plantão cada vez menos numeroso, Presenciei uma cena lastimavel durante as negociações, um funcionario, apontando o dedo na cara do Disciplina e falando que a culpa de ter reféns era dele, absurdo, pq sempre ouvi falar que cadeia vai virar, ta um clima estranho, mas se toda vez que ouvirmos isso formos trancar tudo, a cadeia não funciona, então peço aos coordenasores e dirogentes da secretaria que tomem atitudes para preservar a segurança dos funcionarios, e sempre que sair de casa para trabalhar pedir a proteção a Deus e a familia, porque infelizmente muitos funcionarios não estão nem ai para o compromisso com os colegas e faltam a vontade e depois querem falar baboseira pra quem vai trabalhar todo dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai trancar um raio, voce não é asp?

      Excluir
  12. Como te doutor nesta secretaria puta que pariu.

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.
Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.