quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Rebelião no CPP de Jardinópolis-SP, presídio semi aberto próximo a Ribeirão Preto.




Segundo informações de alguns amigos, houve uma "situação" em um dos alojamentos do presídio ontem, onde culminou em uma blitz hoje, após a blitz os presos se rebelaram, derrubaram alambrados do presídio, colocaram fogo no barracão de trabalho e alguns presos fugiram. 
Segundo esses amigos ainda, o GIR está na cadeia e não tem ASP refém.

Na matéria da CBN diz que fugiram mais de 200 presos.
http://cbn.globoradio.globo.com/default.htm?url=/editorias/policia/2016/09/29/APOS-REBELIAO-PRESIDIO-NO-INTERIOR-DE-SAO-PAULO-TEM-FUGA-EM-MASSA.htm







34 comentários:

  1. Sempre acreditei que esses presídios de regime semi aberto precisam de AEVPs armados nas torres, como são de regime semi aberto sempre me disseram que a legislação não permite, mas legislação se muda, basta mudar a lei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jenis, conforme podemos verificar, tanto a resolução SAP quanto ao Decreto do Governador, não diz em seu teor que os AEVPs só tem por finalidade a vigilância de unidades do Regime Fechado. Muito pelo contrário, especifica que destina se a guarda e vigilância da unidade prisional nas muralhas, alambrados e guaritas, sem especificar qual tipo especifico de unidade prisional.

      Resolução SAP-5, de 20-1-2003
      Disciplina Normas de Conduta dos Agentes de Escolta e Vigilância Penitenciária.

      O Secretario da Administração Penitenciária, tendo em vista a necessidade de disciplinar normas de conduta do Agente de Escolta e Vigilância Penitenciária, no decorrer do desempenho de suas atividades nas unidades prisionais, resolve:

      SEÇÃO I

      Das Disposições Preliminares

      Artigo 1º - Esta Resolução tem por finalidade disciplinar no âmbito da Secretaria da Administração Penitenciária, normas de conduta destinadas aos integrantes da classe Agente de Escolta e Vigilância Penitenciária, instituída pela Lei Complementar 898, de 13 de julho de 2001, com intuito de direcioná-los no desenvolvimento das atividades de escolta e custódia dos presos em movimentações externas, bem como nas de guarda e vigilância da unidade prisional nas muralhas, alambrados e guaritas.

      Artigo 2º - Os Agentes de Escolta e Vigilância Penitenciária desenvolverão suas atividades junto aos Núcleos de Escolta e Vigilância Penitenciária ou Equipes de Escolta e Vigilância que integram as estruturas organizacionais das Unidades Prisionais.
      SEÇÃO III

      Do Núcleo de Escolta e Vigilância Penitenciária e da Equipe de Escolta e Vigilância

      Artigo 4º - O Núcleo de Escolta e Vigilância Penitenciária cabe o planejamento, a execução e a fiscalização das atividades de:

      I - escolta e custódia de presos em movimentações externas;
      II - guarda e vigilância das muralhas, alambrados e guaritas.

      Artigo 5º - A Equipe de Escolta e Vigilância, tem as seguintes atribuições:

      I. exercer a escolta armada, vigilância e proteção dos presos, quando em transito e movimentação externa;
      II. exercer a vigilância armada nas muralhas, alambrados e guaritas da unidade prisional;


      DECRETO Nº 57.434, DE 14 DE OUTUBRO DE 2011

      Cria e organiza, na Secretaria da Administração Penitenciária, os Centros de Escolta e Vigilância Penitenciária das unidades prisionais que especifica e dá providências correlatas

      GERALDO ALCKMIN, Governador do Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais, Decreta:

      Artigo 3º - Aos Centros de Escolta e Vigilância Penitenciária cabe planejar, executar e fiscalizar as atividades de:

      I - escolta e custódia de presos em movimentação externa;
      II - guarda e vigilância nas muralhas, nos alambrados e nas guaritas.

      Artigo 4º - Os Núcleos de Escolta e Vigilância têm as seguintes atribuições:
      I - exercer:
      a) a escolta armada, vigilância e proteção dos presos, quando em trânsito e movimentação externa;
      b) a vigilância armada nas muralhas, nos alambrados e nas guaritas da unidade prisional;

      Excluir
    2. NO SITE DO SINDCOP ESTÁ ESCRITO CDP DE JARDINOPOLIS, ESTAMOS FUDIDOS MSM

      Excluir
  2. Tbm acredito que seria o mais correto, pois não é uma assinatura do juiz concedendo um benefício de RSA que vai milagrosamente fazer o bandido se tornar boa gente da noite pro dia.

    ResponderExcluir
  3. pra que existir semi aberto, essa raça de ladrão não quer nada com nada,tem é que acabar com essa raça, tomara que desses 200 que fugiram matem uns 199... sistema falho demais...

    ResponderExcluir
  4. Sou a favor de acabar com esse regime, é só B.o.

    ResponderExcluir
  5. Bando de lixo... Governador conivente com a patifaria.

    ResponderExcluir
  6. Tenho dúvidas sobre a real eficácia do regime. Sou a favor de uma reflexão sobre o apenado ir direto para o regime aberto. Retomada a prática ilícita de comportamento, aplica-se a lei vigente.

    ResponderExcluir
  7. Sistema falido, legislação atrasada, será que os governantes não estão vendo isso ou será que não interessa enxergar??? Eu acredito na segunda opção, e vejo cada vez mais distante a solução.

    ResponderExcluir
  8. Dos 200 que fugiram nem 100 foram recapturados, a cidade está em pânico.

    ResponderExcluir
  9. CPP totalmente destruído, agora é fechar as portas e ver o governo bancar a reforma com sorriso nos dentes, enqto outros presídios ficarão mais superlotados recebendo esses presos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. por baixo 20 milhoes se for empreiteira os diretores fazem cagada e a conta e nossa

      Excluir
  10. 200 nada, estão falando em mais de 700 fugas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo. De 700 para mais. Os recapturados já chega a 300. Não sabem nem o total correto que havia no CPP antes da rebelião. A rebelião foi durante uma revista "sem noção" (sem o GIR).

      Excluir
  11. Desgoverno ainda quer discursar em inauguração de presídio mentindo que está tudo mil maravilhas no sistema. Pobre sociedade paulista cega que não vê o que esse desgoverno faz pelas costas

    ResponderExcluir
  12. E lá se vão milhões de reais pra reforma do sistema zuado desse desgoverno

    ResponderExcluir
  13. Adeus saidinha para os que sobraram.

    ResponderExcluir
  14. Tenso hein, se no semiaberto tá assim, imagina no fechado

    ResponderExcluir
  15. Cadê o desgoverno pra tomar uma atitude decente em relação ao sistema, muitas coisas que precisam ser revistas, repensadas e mudadas, torres em unidades de semiaberto por exemplo já passou da hora, unidades superlotadas, valorização dos funcionários, novas contratações em quantidade considerável pra diminuir a defasagem funcional, leis mais rígidas para os presos que dão novidade, dentre tantos outros problemas que me fariam ficar a tarde toda escrevendo, porém, cada vez mais me convenço que tudo isso é uma utopia gigante, e que não vale a pena ficar esperando, afinal os sindicatos correm com o desgoverno e a categoria não consegue ser unida.

    ResponderExcluir
  16. NO SITE DO SINDCOP FALA QUE É NO CDP DE JARDINOPOLIS, MEU DEUS... ESTAMOS SEM PAI E MÃE

    ResponderExcluir
  17. O pior que agora transferem esses presos para penitenciária ainda mais superlotadas é o verdadeiro efeito cascata

    ResponderExcluir
  18. 500 fugas, perto de 400 recapturados até o momento, PM fez um excelente trabalho, mesmo após anoitecer. Por aqui, 6 dos 8 galpoes destruídos, inclusão, produção, disciplina, chefia, finanças, pecúlio, cras, salas de aula, todos queimados por inteiro. Fora as milhares de avarias por toda a extensão da unidade. Gir e Cir da noroeste tbm estão de parabéns, contenção tranquila e sem zuar o ladrão (COORDENADORIA estava de olho), há picuas dos ladrões espalhados por toda unidade, que estão contados e trancados nos alojamentos sob a vigilância do GIR. foi fornecido o suficiente para eles passarem a noite. PM não para de trazer recapturados

    ResponderExcluir
  19. A Proxima será no CPP de Franco da Rocha que está Hiper Lotado.....

    ResponderExcluir
  20. Sempre depois da guerra ocorre a revolução quem sabe depois desta situação não vai ocorrer mudanças, acho que deveria ser unificado a SAP e a PM, olha como trabalhamos bem em conjunto e para com essa frescura dec 308.

    ResponderExcluir
  21. sociedade humana é um complexo de pessoas heterogêneas, cada uma com seus próprios interesses, coordenadas por instituições construídas por quem tem mais poder, o que as separa entre "ganhadores" e "perdedores". A vida lhes ensinou que a soma do poder resultante da cooperação entre elas é maior do que a soma de poder de cada uma individualmente. Isso as levou, na era da industrialização e do sufrágio universal, à formação dos sindicatos, que, por sua vez, estimularam a criação de partidos políticos para defender os trabalhadores.

    O problema é que a prática também mostrou que estes estão sujeitos à "lei de ferro das oligarquias", descoberta por Robert Michels. Sindicatos e partidos acabam submetidos ao controle de uma burocracia, que, com o passar do tempo e seu insaciável desejo de poder, passa a cuidar apenas dos seus próprios interesses: torna-se o fim de si mesma! Qualquer semelhança com a realidade nacional que vivemos é, obviamente, mera coincidência...

    No Brasil, a história é mais prosaica. Estamos comemorando três quartos de século da vigência da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), que nos foi outorgada por Getúlio Vargas, em 1º de maio de 1943, inspirada no corporativismo fascista, e nos serviu bem durante algum tempo. O problema é que o mundo do trabalho mudou e chegou a hora de um "aggiornamento". Não será contra os "direitos" dos trabalhadores, mas, ao contrário, para garantir a sua continuidade e dar-lhe materialidade e dinamismo.

    Um exemplo trivial é o da revisão da "unicidade sindical", defendida pelo presidente do TST, o ilustre Ives Gandra Martins Filho. Basta dizer que a ratificação da Convenção 87 da Organização Internacional do Trabalho (OIT), de 1948, que admite a pluralidade sindical se esse for o desejo dos trabalhadores, já vigora em mais de 150 países. Entre nós, dorme tranquila na Câmara dos Deputados, porque não interessa ao Poder Executivo.

    A "unicidade sindical" garante o monopólio: a existência de um único sindicato (financiado pelo imposto sindical criado em 1931 e incorporado à CLT) numa determinada base geográfica para cada categoria de trabalhadores. É o conforto dado pela unicidade e a garantia do imposto sindical, que exime o sindicato da eventual necessidade de competir com mais trabalho a favor de seus associados. Entre os verdadeiros interesses dos trabalhadores e as delícias das políticas criadas pela sedução do governo, o monopólio torna a escolha irresistível... A propósito, na última semana, a Câmara dos Deputados aprovou o aumento do imposto sindical patronal!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Temos que lutar pelo fim da cobrança do imposto sindical e transferir essa bolada em média R$ 200,00 por funcionário e construir um hospital para os funcionários da SAP e seus ascendentes e descendentes em SÃO CARLOS que é o centro geográfico do estado de São Paulo.
      Vamos nos mobilizar !!!!!!!

      Excluir
    2. COLEGA CONCORDO COM VOCÊ, SE ACONTECESSE ISSO COM CERTEZA TERÍAMOS, TRATAMENTO DE SAÚDE DIGNO.VOCÊ ESQUECEU DE INCLUIR ESPOSA OU COMPANHEIRA.QUE ACHAS JENIS, VAMOS DEBATER!

      Excluir
    3. e marido e companheiro ficam de fora.

      Excluir
  22. Não é Dec 308 e sim Pec 308, e a polícia não trabalha bem nem com ela mesma, exemplo olha militar com a civil, imagina agora a Pm querendo mandar em asp !!! Acho sim que têm que existir uma cooperação entre ambas, mas cada um no seu quadrado... Mesmo porque têm muito Pm que adora abordar asp e pagar de brabão, ai quando é com bandido, fala baixinho

    ResponderExcluir
  23. é vergonhoso fuga em massa. cade a vergonha e o comprometimento nessas hora,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vergonhoso é esse bando de inúteis, burros, que se acham no direito de reivindicar aquilo que já perderam quando se meteram nessa vida de ladrão. Tão burros que se ferraram ainda mais por nada, porque estão mal acostumados e não suportam serem tratados como devem por aqueles que estão comprometidos a fazer seu trabalho, enquanto bunda-moles falam com o ladrão feito moça. Agora a estrutura, que era relativamente nova, ta toda estragada e os brilhantes ladrões burros já se ferram e vão se ferrar um pouco mais.

      Excluir
  24. Jenis a informaçoes que mococa virou...

    ResponderExcluir
  25. todos semi abertos vao explodir, todos com triplo da capacidade , nem entre os manos estão se entendendo, a panela esta fervendo, se morrer algum funcionário é culpa de quem????não tem uma granada de gás lacrimogênio, am 600, nada nem 12, o guarda vai ficar so no grito, e se pegar arma particular vai responder sindicância, aos que tem carro velho use, se for veiculo novo não deixe no semia aberto, vandalismo o seguro não cobre, o preso periculoso que saiu do fechado continua sendo periculoso no semi aberto, essa é a verdade....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. isso que cansamos de falar para o fabio dir. discip. do cpp (SOBRE OS PRESOS )mas de nada adiantou ele sabe muuuuuuiiiiitttuuuuuu de semi aberto

      Excluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.