sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

TCU vai fiscalizar medidas emergenciais para conter crise prisional.


Espero que não seja só pra inglês ver...

Fonte: Agência Brasil.


TCU vai fiscalizar medidas emergenciais para conter crise prisional

25/01/2017 20h17Brasília
Ivan Richard Esposito - Repórter da Agência Brasil
Em meio à crise no sistema penitenciário, o plenário do Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou hoje (25) um pedido da ministra Ana Arraes para realização de uma auditoria coordenada com os tribunais de contas dos estados e municípios das medidas emergenciais que estão sendo adotadas pelos governos federal e estaduais para lidar com a situação.
A fiscalização também vai analisar a gestão, os custos e as tecnologias de apoio associados ao sistema carcerário.

“Em um país com mais de 1,4 mil estabelecimentos prisionais, a ausência de um modelo nacional de gestão, a deficiência na aplicação de recursos públicos e o descumprimento de normas de organização funcional têm por consequência a degradação do sistema prisional, o aumento da insegurança e a violação de direitos humanos”, destacou a ministra.

Paralelamente à auditoria, o presidente do tribunal, ministro Raimundo Carreiro, sugeriu que a unidade de controle externo do TCU faça um levantamento sobre a situação do sistema penitenciário brasileiro.

Edição: Luana Lourenço

2 comentários:

  1. CRISE DOS PRESÍDIOS
    TCU FARÁ AUDITORIA NO SISTEMA PRISIONAL DO PAÍS
    APESAR DA GESTÃO CARCERÁRIA SER FUNÇÃO DOS ESTADOS, ATUALMENTE HÁ UM SALDO SUPERIOR A R$ 3 BILHÕES DISPONÍVEL PARA O SETOR
    Publicado: 26 de janeiro de 2017 às 18:18

    ResponderExcluir
  2. MATÉRIA PUBLICADA NO JORNAL O GLOBO:
    Ministro do TCU relata ação contra suspeito de ter lhe pagado propina

    Raimundo Carreiro é investigado no STF por suposto recebimento de dono da UTC


    Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/brasil/ministro-do-tcu-relata-acao-contra-suspeito-de-ter-lhe-pagado-propina-18656216#ixzz4X8pOQI7B

    2ª Matéria: Em tribunais de contas pelo país, 23% dos conselheiros respondem ações na Justiça

    Maior parte deles é escolhida por critérios políticos


    Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/brasil/em-tribunais-de-contas-pelo-pais-23-dos-conselheiros-respondem-acoes-na-justica-13317375#ixzz4X8rffEUt


    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.