quinta-feira, 18 de maio de 2017

G1 diz que presos em São Paulo comandava tráfico em Alagoas.


Preso em São Paulo comandava tráfico em São Miguel dos Campos, AL, diz polícia
Operação Medusa prendeu 18 pessoas, sendo que 4 delas já cumpriam pena. Quadrilha traficava maconha, cocaína e crack vindos do Paraguai.
Por Roberta Cólen e Derek Gustavo, G1 AL
18/05/2017 17h05 Atualizado há 1 hora

Material apreendido pela polícia na Operação Medusa foi apresentado em entrevista coletiva (Foto: Roberta Cólen/G1)




A polícia divulgou que a quadrilha de tráfico de drogas que agia em São Miguel dos Campos, e que foi alvo da Operação Medusa nesta quinta-feira (18), era coordenada de um presídio em Mirandópolis, no interior de São Paulo.

Ao todo, 18 pessoas foram presas e uma foi morta em confronto, todas suspeitas de envolvimento com o esquema criminoso.

A operação foi deflagrada na manhã desta quinta em Alagoas, Pernambuco (na cidade de Agrestina) e em São Paulo (na cidade de Mirandópolis). Foram cumpridos 24 mandados de prisão e mais quatro representações contra pessoas que já cumpriam pena no Sistema Prisional, sendo três em Alagoas e uma em SP.

As investigações identificaram 28 pessoas envolvidas na facção criminosa e que comandam a comercialização ilícita, que partia da cidade de São Miguel dos Campos. Alguns dos presos foram encontrados nos bairros do Trapiche da Barra e Benedito Bentes, em Maceió.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP-AL) informou, em entrevista coletiva realizada na tarde desta quarta, que todo o esquema do tráfico era comandado por José Gustavo dos Santos, que cumpre pena no presídio de Mirandópolis.

Como na unidade prisional há bloqueadores de sinal de celular, Santos comandava o esquema por intermédio da esposa, Rayane da Silva Herculano. Ela é natural de São Miguel, e se mudou para São Paulo após a prisão do marido.

Ainda segundo a SSP, ela recebia ordens durante as visitas ao marido, e depois as repassava para dois gerentes da quadrilha, identificados como Luiz Alberto Cabral, que cumpre pena em Maceió, e Laércio Rocha dos Santos.

Eles então repassavam as informações para outra mulher, Ivone Francisca Ferreira, 39, que gerenciava o tráfico sob ordens de Santos, após a prisão dele.

A quadrilha traficava maconha, crack e cocaína. A droga vinha do Paraguai e era suficiente para abastecer o tráfico durante uma semana. Era Ivone quem repassava os entorpecentes aos "aviõezinhos", que por sua vez vendiam aos usuários.

A SSP ressalta que Ivone se vangloriava dizendo que nunca seria presa.
Nenhuma droga foi apreendida durante a operação, mas a polícia disse que já havia apreendido meio quilo de crack com uma das integrantes da quadrilha. Com os presos foram apreendidas três espingardas, um revólver e munição.

Participam da ação policiais do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), da Radiopatrulha (RP), dos 1º e 3º Batalhões (BPM), da 1ª CIA Independente de São Miguel dos Campos (1º Cia), da DRN, com o Grupamento e apoio das polícias de Pernambuco e São Paulo para os alvos nos dois estados.

Fonte: http://g1.globo.com/al/alagoas/noticia/preso-em-sao-paulo-comandava-trafico-em-sao-miguel-dos-campos-al-diz-policia.ghtml

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.