quarta-feira, 3 de maio de 2017

Relator desiste de conceder aposentadoria especial a agentes penitenciários, publicado pelo G1 às 16:39 hs de 03/05/17.


Será esse o último capítulo?

Por essas e outras que acredito que é preciso fazer campanha para não aprovar de forma alguma, se alguns partidos que se dizem representar sindicatos entrar nessa luta podemos ter chance, questionem aqueles que se dizem representantes de sindicatos de que forma irão votar.

Primeiro não ia incluir de jeito nenhum.

Depois iria incluir.

Agora isso...

Só falta vir o tal do Galvão Bueno e dizer: "Haja coração!!!"

Leia na íntegra para entender...




Veja matéria do G1 abaixo:



Relator desiste de conceder aposentadoria especial a agentes penitenciários

Deputado Arthur Maia (PPS-BA) afirmou que deputados inconformados com protestos dos agentes pediram exclusão do benefício do relatório final. Concessão havia sido incluída nesta quarta (3).

Por Bernardo Caram, G1, Brasília
03/05/2017 16h39 Atualizado há menos de 1 minuto

Relator da reforma da Previdência na Câmara, o deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA) recuou e desistiu na tarde desta quarta-feira (3) de incluir em seu parecer os agentes penitenciários entre os beneficiários de aposentadoria especial. A mudança havia sido incluída no texto mais cedo, diante da pressão de representantes da categoria e de parte dos deputados.

Arthur Maia tinha incluído a previsão de que a idade mínima de aposentadoria dos agentes penitenciários poderia ser reduzida para 55 anos, desde que fosse aprovado um projeto de lei complementar no Congresso Nacional que estabelecesse essa alteração.

O relator, entretanto, explicou que, em razão dos protestos realizados em Brasília, nos últimos dois dias, por agentes penitenciários, ele passou a receber queixas de Hdeputados inconformados com o tom das manifestações.

Nesta terça (2), um grupo de integrantes da categoria invadiu a sede do Ministério da Justiça – que é a pasta responsável pela administração do sistema penitenciário – para pressionar os parlamentares a concederem o benefício especial à classe.

Os agentes penitenciários voltaram a pressionar nesta quarta para serem incluídos nas regras de exceção em uma manifestação em frente ao Congresso Nacional. De acordo com a Polícia Militar do Distrito Federal, cerca de 250 pessoas ocuparam o gramado do Legislativo.
“Diante deste quadro, não serei eu, o relator, que vou me insurgir contra a vontade de todos e deixarei o assunto a ser resolvido pelo plenário”, enfatizou. “Estou retirando do texto os agentes penitenciários”, completou Maia.

O deputado do PPS explicou ainda que deixará a cargo dos demais integrantes da comissão especial a decisão sobre se incluem ou não os agentes penitenciários na regra de aposentadoria especial. Um destaque, com sugestão de mudança no relatório, pode ser analisado pelo colegiado.

Após o relator anunciar o recuo, o presidente da comissão especial, deputado Carlos Marun (PMDB-MS), defendeu a decisão de Arthur Maia.
“A partir do momento do que aconteceu ontem [terça], o fato de estarmos cedendo hoje estava sendo interpretado por muitos como um rendimento da Câmara a algo que não é admissível”, enfatizou Marun.


Fonte: http://g1.globo.com/politica/noticia/relator-recua-e-retira-da-reforma-aposentadoria-especial-a-agentes-penitenciarios.ghtml

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.