sexta-feira, 28 de julho de 2017

Preso de presídio paulista que prestava serviço externo é encontrado morto.

Trata-se de preso de presídio de regime semi aberto.

Fonte: G1
Reeducando é encontrado morto em lagoa do Instituto Agronômico de Campinas
Vítima de 25 anosprestava serviço à Prefeitura de Campinas em um projeto de ressocialização. Ele trabalhava na limpeza do espaço e teria entrado na água sem autorização.
Por G1 Campinas e Região
28/07/2017 13h40 Atualizado há 5 horas




Um reeducando foi encontrado morto na manhã desta sexta-feira (28) na lagoa da Fazenda Santa Elisa, no Instituto Agronômico de Campinas (IAC). De acordo com a Prefeitura de Campinas (SP), a vítima, de 25 anos, estava em uma ação de limpeza do espaço na tarde de quinta (27) quando entrou na água sem autorização do responsável pela atividade e se afogou.

Segundo o Corpo de Bombeiros, uma busca foi realizada após o sumiço do homem, mas o corpo foi encontrado apenas na manhã desta sexta.

Em nota, a Prefeitura lamentou o ocorrido e informou que se solidariza com a família. Cerca de 600 reeducandos integram o programa em Campinas, segundo a administração municipal. Durante as atividades, diz o município, eles são supervisionados por agentes penitenciários.

O reeducando cumpria pena no Centro de Progressão Penitenciária I (CPP-I) de Hortolândia (SP), que foi informado pela Prefeitura de Campinas da ocorrência. A Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) destacou, em nota, que tomou todas as providências necessárias e informou a família da vítima, sendo instaurada apuração para averiguar os fatos.

11 comentários:

  1. eu duvido que tenha agente suficiente para acompanhar 600 reeducandos, prestando serviço lpara o municipio,

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Depende para onde ele foi... Ja pensou libertar-se da prisão e ser recebido por chamas ardentes...

      Excluir
  3. Aqui em franco da Rocha tem um monte trabalhando em escola, lugar bom né, para bandido prestar serviços, será q a sap acredita que são reeducando. Desse jeito e melhor conversar com o marcola e pedir para ele mandar um salve para os presos respeitarem os alunos. Só assim para não ter qru pq em franco,.Caieiras já teve qru. Estou de olho!!na ala da p1 os presos saem buscar celular droga durante o serviço igual fazia no CPP, engraçado né. Fato semelhante é mera coincidência.

    ResponderExcluir
  4. se tiver ASP é só um..... todos os ladrão em vários pontos "cegos" e a culpa como diz a prefeitura...acompanhado pelo Agente.....

    ResponderExcluir
  5. Respostas
    1. UMA VIDA QUE FOI CEIFADA PREMATURAMENTE... MAL APROVEITOU A CHANCE DE RESSOCIALIZAR... SERÁ QUE ELE PERDEU O SEMI-ABERTO?

      Excluir
  6. agora esse preso virou um preso bom, entenderam, preso bom é preso morto.

    ResponderExcluir
  7. Fodaa, tem preso cuidando de agente adicto meu, na rua preso cuida de agente lokão ... em Marília, agente chega escoltado por preso !! parceria 100%

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pior que isso é ir buscar e pagar dívida de agente na boca em horário de serviço com viatura da Unidade !!! EEEEEEEE Tonhão !!!

      Excluir
  8. Fodaa, tem preso cuidando de agente adicto meu, na rua preso cuida de agente lokão ... em Marília, agente chega escoltado por preso !! parceria 100%

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.
Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.