sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Parabéns aos oficiais operacionais da SAP pela UNIÃO. Um exemplo a ser seguido.

No dia 19, segunda-feira, eu estava em São Paulo mais precisamente na sede do Sifuspesp e assisti uma reunião dos Oficiais Operacionais, onde fiquei impressionado pela UNIÃO desses colegas que expuseram as suas dificuldades, percebi que se formos analisar proporcionalmente, somos em 23.000 ASPs, mais de 5.000 AEVPs e dificilmente reunimos um grupo grande em uma reunião para debatermos algum assunto pertinente ao trabalho, enquanto os oficiais operacionais(motoristas) não são apenas centenas de trabalhadores e reuniram um bom número nessa reunião na sede do Sifuspesp

O Sifuspesp é o único sindicato que representa os trabalhadores da área meio também.

Fonte da matéria abaixo: https://www.sifuspesp.org.br/noticias/5142-oficiais-operacionais-apresentam-demandas-para-melhoria-do-sistema-prisional

Oficiais operacionais apresentam demandas para melhoria do sistema prisional

Publicado: 20 Fevereiro 2018

Em reunião com integrantes do SIFUSPESP, servidores trouxeram queixas sobre condições de trabalho e se comprometeram a auxiliar o sindicato no diálogo com a base

Com o objetivo de ouvir os relatos de funcionários sobre as dificuldades enfrentadas no cotidiano das unidades prisionais e encontrar soluções que promovam a melhoria das condições de trabalho, o SIFUSPESP se reuniu nesta segunda-feira com cerca de 20 oficiais operacionais da região metropolitana de São Paulo na sede da entidade na capital. O objetivo presente do SiFUSPESP tem sido de gerar diálogos regionais e setoriais no sentido de incorporar novos atores militantes e colaboradores do sindicato, e portanto da categoria como um todo.

No encontro, a gestão Lutar para Mudar, nas pessoas do presidente Fábio César Ferreira, o Fábio Jabá, e do advogado Sergio Luis de Moura, apresentaram a esses trabalhadores penitenciários os caminhos que a nova diretoria têm adotado para integrar ao SIFUSPESP as demandas apresentadas por esses profissionais, que exercem papel fundamental no bom funcionamento das unidades.

Os oficiais operacionais puderam, nesse diálogo, esclarecer uma série de dúvidas sobre o ordenamento jurídico e como são tratadas suas funções na lei, sendo orientados pelo advogado da sede regional do Vale do Paraíba e seus assistentes sobre possíveis ações individuais e coletivas que serão colocadas em prática pelo sindicato a fim de garantir a esses servidores direitos que, muitas vezes, eles mesmos desconhecem ter.

Muitos dos funcionários, alguns deles motoristas, contaram aos membros do SIFUSPESP sobre problemas sérios que vêm afetando o seu cotidiano, sobretudo no tocante ao acúmulo de funções, ao assédio moral por parte de superiores hierárquicos e à falta de acesso a benefícios concedidos a outros funcionários, como a aquisição de armamento.

Além de colocar toda a diretoria da gestão Lutar para Mudar à disposição desses servidores, o presidente do sindicato também pediu que eles escolhessem entre si representantes que vão colaborar com o SIFUSPESP no diálogo com os demais profissionais na base.

Na opinião de Fábio Jabá, a presença dos oficiais operacionais nas dependências do sindicato estabelece um novo momento, mais harmônico e equilibrado, de abertura e de plena acessibilidade, para que esses funcionários possam ser representados pela entidade.

“Durante muito tempo esses servidores não tiveram suas vozes ouvidas. Agora, eles poderão mais que se expressar, ao participar ativamente das atividades do sindicato, já que são representados por ele. Essa integração, com o contato corpo a corpo com a categoria na base, pode significar resultados muito positivos para esses profissionais e melhorias estruturais que vão colaborar para o bem estar de todos os demais trabalhadores penitenciários, a unidade e organização é nossa força”, concluiu o presidente.

Assim como foi feito com os oficiais operacionais, que se mobilizaram para manter esse canal de diálogo, o SIFUSPESP está aberto ao posicionamento de oficiais administrativos, enfermeiros, assistentes sociais, psicólogos e todos os demais funcionários das áreas meio da secretaria de administração penitenciária sobre sua adesão à luta sindical.

Procure o SIFUSPESP, se organize!

Mande um e-mail para sifuspesp@sifuspesp.org.br ou entre em contato pelo telefone (11) 2976-4160. O sindicato somos todos nós unidos e organizados! Una-se à luta, filie-se ao SIFUSPESP.

18 comentários:

  1. O que seria da SAP se não fosse essa valorosa equipe de apoio? Trabalham muito por salários menores que os Asp's e desempenham funções essenciais.
    Aproveito a ocasião pra mandar um abraço para o motorista Carlim, do CPP de Valparaiso, lá na oeste, sujeito competente e bem humorado, muito gente boa.

    ResponderExcluir
  2. Queria mandar um salve pro motorista gazu de SBC. Agradecido sem palavras!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vixi, algum matrícula bem tratado pelo visto

      Excluir
  3. Eu me recordo quando entrei no sistema nos idos anos 80, o motorista e o oficial administrativo (a época era escriturário) ganhavam muito mais que o ASP e tambem achei uma tremenda injustiça essa diminuição gradativa dos seus salarios. Muitos ASPs dizem que cada um ganha o que merece, mas se assim o fosse, as duas classes que citei deveriam ganhar muito mais. Nem digo mais do que nós, mas pelo menos um salario mais digno. PARABENS E NÃO SE ILUDAM COM SINDICATOS, POIS NUNCA TIVERAM OLHOS PRA VCS.

    ResponderExcluir
  4. Está tenso para oficiais com salário de miséria,o governo prefere pagar r$3.800,00 para um ASP desviado de função doque dar um aumento digno aos oficiais e fazer contrataçãoes que os candidatos desistam na hora da posse pelo baixo salário....isso é SAP...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AGRADEÇA AOS ASP'S SEGURÕES QUE PILOTAM OS BONDES... ALÉM DE NÃO AJUDAR EM NADA A CLASSE ATRAPALHA OS OFICIAIS OPERACIONAIS.. SEGUE O JOGO

      Excluir
  5. Cadê o Loro capacho...? Já esquentou a poltrona hoje...?

    ResponderExcluir
  6. Acontece que este ASP que ganha 3.800, desviado de função, o governo não gasta mais por isto, ele ja esta no quadro, ele apenas diminui os funcionarios que estao na carceragem e substitui um oficial, que matematicamente fica bem mais em conta, porque o ASP ele ja contratou, e não estão ligando a minina se a carceragem esta com defasagem ou não.

    ResponderExcluir
  7. Sindicato único esse é grande desafio, um sindicato eleito por todos os ASP do estado de SP desde o financeiro ao faxineiro e o presidente escolhido pelos ASP de toda SP já que vamos ter que pagar um dia de trabalho e já era é do jeito deles os políticos tudo de ruim sobra para nós, então eu pago mas pelo menos quero escolher quem é que vai ser os mandantes do sindicato ÚNICO da categoria, o que não pode é esse sindasp querer afanar o dinheiro dos ASP e o mesmo não fez nada eu disse nada por merecer.

    ResponderExcluir
  8. Parabéns Jenis pela postagem, são servidores esquecidos pelo Estado e pela Sap.. Merecem salario digno e além disso a criação de cargo especifico com direito a RETP e ALE, pois correm os mesmos riscos em deslocamento com detentos.. meus sinceros votos de respeito e reconhecimento a todos os motoristas da Sap (oficiais operacionais).. estamos com vcs..
    Asp Val Santos.

    ResponderExcluir
  9. Oficial operacional (motorista) além de ser condutor de VTR por várias vezes acaba exercendo a função de ASP por falta de funcionários nas unidades fazem remoção de presos sozinho sem acompanhamento de um ASP e tem mais quando vai um ASP novo de sistema é o oficial operacional que ensina todo procedimento a eles nas apresentações judicial,hospital e remoção para outra unidades por isso eu dou os meus parabéns todos os motoristas do sistema prisional (Guerreiros)

    ResponderExcluir
  10. na verdade todos deverian ter boms salários sem distinção de classe, é trabalho como qualquer outro! mas o povo aí da foto ta bem fortinho, estao bem nutridos

    ResponderExcluir
  11. Qual lei que obriga ASP... a fazer escolta!

    ResponderExcluir
  12. Região de Marília até gir faz escolta com munição de borracha. Esperar o que ?

    ResponderExcluir
  13. Não estamos aqui pra criticar ninguém apenas querendo cobrar nossos direitos

    ResponderExcluir
  14. Nenhuma...de acordo com os meus conhecimentos
    O guarda vai no acompanhamento seja ele judicial ou hospitalar
    Resumindo
    Pra sair do rAio ele se sujeita a tudo ora bolas ventania

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.